tipos de café - capa

O “cafezinho” tradicional ainda vende bem no Brasil, mesmo aquele bom e velho café de coador adoçado, ainda servido nas manhãs em padarias e lanchonetes para trabalhadores. Contudo, se você possui uma cafeteria ou até mesmo um restaurante mais sofisticado, provavelmente vai lidar com um público que não se satisfaz com esse tipo de café – mesmo que ele seja espresso.

Com o tempo, alguns tipos de café e bebidas quentes caíram nas graças do brasileiro, mas cada um deles exige aspectos específicos de preparo que, embora sejam dominados por baristas formados e experientes, nem sempre são conhecidos pelo seu pessoal no dia a dia.

Primeiro, e antes de mais nada, é preciso conhecer esses “novos” tipos de café, para agradar a clientela e oferecer um produto sofisticado sem precisar modificar seu maquinário e contratar mais pessoal. Os tipos de café em alta hoje em dia são muitos:

  • Café com leite padrão
  • Capuccino
  • Mocha
  • Latte
  • Café cortado
  • Café italiano
  • Macchiato
  • Média
  • Pingado
  • Breve
  • Café com chantilly

Os ingredientes para preparar esses tipos de café são basicamente os mesmos, o que muda é o método de preparo e também as proporções entre o leite, café e outros componentes. O Macchiato e o Mocha são tendências que chegaram faz pouco tempo ao Brasil, e ganharam notoriedade com a proliferação de redes como o Starbucks. Outros cafés, como o Capuccino, eram preparados no passado de modo errado no Brasil, e hoje são feitos do mesmo modo que em outros países do mundo.

Mas não se desespere – iremos mostrar a seguir o modo de preparar cada um deles, além de algumas dicas e curiosidades a respeito.

Tipos de café | Média e pingado

tipos de cafe 1Tradicionais em botecos e padarias, a média e o pingado possuem uma diferença básica nos dias de hoje. O pingado é geralmente servido em copo americano – aquele copo típico de botecos – e consiste em 80% de leite quente e apenas um “chorinho” de café, geralmente de coador. O pingado é um café, de um modo geral, para quem tem pressa. Trabalhadores de manhã, antes de entrar no serviço; pessoas aguardando seu ônibus chegar; gente que toma um café enquanto caminha de um lugar a outro.

A média, por outro lado, é geralmente servido para quem toma um café mais elaborado em padarias e lanchonetes, geralmente com um pão com manteiga ou salgado para acompanhar. Esse café é servido em xícaras, com uma proporção de cerca de um terço de café espresso, um terço de leite vaporizado na máquina e mais um terço de espuma de leite por cima.

A média, no Sul do país, leva o nome de “café cortado”. Embora muitos creiam que se trata de um regionalismo do Rio Grande do Sul, a nomenclatura é de origem hispânica. Em praticamente todos os países da América Latina de língua espanhola é assim que se deve pedir uma média.

Tipos de café | Capuccino, Macchiato e Chantilly

tipos de cafe 3Por anos (e ainda hoje), o brasileiro serviu o chamado Capuccino com chocolate, canela e outros aditivos, como a noz-moscada. Para você que tem uma cafeteria e trabalha com um público mais seleto, isso é uma verdadeira heresia. O Capuccino tradicional possui um terço de café espresso, um terço de leite vaporizado e um terço de espuma. A diferença em relação à média é que o Capuccino possui uma textura bem mais cremosa.

Em alguns lugares do Brasil, adicionar chocolate em pó ou canela no topo da espuma é aceitável, mas para público mais sofisticados, é melhor oferecer esses adicionais à parte, como ocorre no Starbucks – se o cliente assim desejar, pode salpicar canela ou chocolate em seu café.

O Macchiato, por outro lado, é geralmente servido na xícara menor, de espresso. É somente um café espresso com uma espuma mais cremosa de leite por cima, meio a meio.

Uma novidade tem ganho espaço – o café com “Panna”. De origem italiana, esse café costuma empregar creme de leite fresco batido ao invés do leite. Contudo, o creme de leite fresco é caro e leite fresco integral não pode ser vendido em muitos estados brasileiros, de modo que alguns lugares vêm usando a nomenclatura como um nome “chique” para o tradicional café com chantilly.

Tipos de café | Mocha e chocolate

tipos de cafe 2O chocolate quente é também servido em praticamente toda lanchonete, cafeteria ou padaria do país. Contudo, o chamado Mocha vem ganhando espaço. Ao invés de apenas chocolate e leite, o Mocha original é montado com uma mistura de calda de chocolate e café espresso, coberta com leite e espuma de leite. Alguns lugares empregam o nome “Mocaccino” – na tentativa de copiar a famosa bebida do Starbucks.

Como foi dito, alguns lugares ainda servem o Mocha com o nome de Capuccino – uma herança da mania do brasileiro de colocar chocolate no preparo da bebida original italiana.

Tipos de café | Variedades de grão e sabor

tipos de cafe 4Outra prática que se tornou praticamente uma obrigação em cafeterias é servir diferentes paladares de café. É preciso contar, pelo menos, com uma variedade mais suave e adocicada, uma mais tradicional e um café mais encorpado.

As variedades de café incluem ainda alguns aromatizados, como amêndoas, chocolate, passas ao rum e outros. A popularização de sistemas e máquinas de café rápido, como o Nespresso, fez com que o público se tornasse mais exigente: alguns lugares possuem inclusive “cartas” de cafés, com descrições detalhadas a respeito do sabor e aroma de cada variedade e sua procedência.

Isso é também importante na hora de selecionar fornecedores: prefira aqueles que tenham uma maior variedade de grãos e intensidades, e conte pelo menos com uma marca considerada “especial” pelo público.

Agora que você já viu alguns dos tipos de café mais populares do mercado, compartilhe conosco nos comentários: em sua cafeteria, qual café sai mais?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *