como gerenciar um restaurante capa

Saber como gerenciar um restaurante não é tarefa fácil. Embora todos precisem comer e o ramo alimentício siga em franco crescimento, torná-lo rentável e mante-lo funcionando bem pode ser um grande desafio. Para ajudá-lo nessa missão, separamos algumas dicas sobre como gerenciar um restaurante que serão providenciais para que você alcance o sucesso.

Como gerenciar um restaurante e controlar sua operação!

Como empreendedor, você já deve saber: não há como gerenciar um restaurante sem realizar cada uma algumas ações de forma inteligente e estratégica.  A seguir, falaremos sobre essas ações e você verá um passo a passo super simples para aprimorar sua operação. Confira!

Passo #1 – Planejamento

como gerenciar um restaurante 1

O primeiro passo para planejar uma operação de forma eficaz, é compreender como ela funciona. Para começar, faça a si mesmo as seguintes perguntas:

  • Qual é o seu tipo de atendimento? (delivery, à la carte, balcão, quilo…)
  • Qual a capacidade de seu estabelecimento? (você pode medir de acordo com o número de mesas, por exemplo)
  • De quantos funcionários vou precisar para atender com qualidade ao público que me espaço suporta?
  • Que ferramentas podem me ajudar a gerir o negócio?

Caso seu estabelecimento já esteja aberto, pergunte-se também quais são os problemas que você costuma enfrentar e reflita seriamente sobre o que pode ajudá-lo a solucionar a questão. Depois, faça uma lista com todas as suas conclusões para que, posteriormente, você possa definir um plano de ação a fim de organizar sua operação.

Passo #2 – Organização

como gerenciar um restaurante 2

Ao responder as perguntas acima com bastante franqueza, você saberá o que é necessário para organizar sua operação de forma adequada.  Mesmo assim – apesar das particularidades de seu negócio e de suas respostas às questões acima – tenha em mente que algumas coisas são essenciais para qualquer operação, por exemplo:

  • Passagem livre para que garçons e cumins possam circular com agilidade e sem acidentes;
  • Cozinha e bar bem organizados, para que os funcionários lidem com ingredientes e bebidas de forma intuitiva e, portanto, rápida;
  • Auxílio da tecnologia (comandas eletrônicas, cardápios digitais, sistemas de fluxo de caixa…)

Esses detalhes – e outros particulares à sua operação – são essenciais para a fluidez de seu trabalho, portanto, tome as medidas necessárias para que o seu restaurante esteja bem em cada um desses quesitos.

Sobre a importância da tecnologia na organização de uma operação

como gerenciar um restaurante 3

O auxílio da tecnologia é essencial para o sucesso e organização de uma operação, porque através dela, as atividades naturais de um restaurante são totalmente otimizadas.

Com uma comanda eletrônica, por exemplo, você não corre o risco de perder dinheiro devido à devolução de um prato que chegou errado para o cliente por conta de um erro de anotação. Com a mesma comanda eletrônica, você também evita que seu garçom tenha que correr para as áreas de produção para entregar um papelzinho, afinal, ele será impresso diretamente na cozinha ou bar. E essas são apenas algumas vantagens de um dos recursos tecnológicos que podem te ajudar.

Quer saber mais sobre comanda eletrônica? Recomendamos que leia o seguinte artigo “Guia Essencial da Comanda: saiba porque dizer não ao papel!“.

A tecnologia para restaurantes não para de crescer e tem outras ferramentas interessantes, como o cardápio digital, por exemplo.

Com um cardápio digital, quem trabalha com o delivery terá a possibilidade de oferecer ao cliente o modelo de negócio que mais cresce no mundo: o da venda on-line. E se você não tem delivery, mas tem um estabelecimento à la carte ou acumula filas em seu balcão, o cardápio digital também pode organizar a operação, porque permite ao cliente a autonomia do autoatendimento.

É tudo muito simples: o cliente faz o pedido (e até o pagamento) através do smartphone e só precisa retirar no balcão ou aguardar na mesa. No caso de restaurante à la carte, também dá pra chamar o garçom pelo aplicativo. Que tal?

Passo #3 – Como gerenciar um restaurante na prática!

como gerenciar um restaurante 6

Quando seu ambiente estiver bem organizado e você tiver todos os recursos materiais e humanos que necessita para trabalhar bem, é chegada a hora de dirigir tudo isso de forma profissional para que tudo funcione bem.

Para não falhar na missão “como gerenciar um restaurante“, certifique-se de que seus funcionários foram bem treinados. Eles devem ter total domínio de sua própria função para que a operação corra bem. Além disso, deverão ser bem treinados para a utilização do sistema de restaurante de sua escolha – uma boa software house costuma oferecer consultoria – , e devem ser profundos conhecedores de seu cardápio e da missão de seu restaurante.

Confira algumas dicas para treinar seus funcionários:

  • Identifique o perfil de seu funcionário. Quais são suas melhores habilidades?
  • Faça um link entre as habilidades de seus funcionários e as necessidades do negócio para definir as tarefas de cada um dos colaboradores;
  • Defina objetivos para o treinamento;
  • Quem será o mentor durante o treinamento? Você tem um profissional de confiança, que conheça todos os processos de sua operação para ensinar?
  • Monte um plano de aula focado em seu objetivo. O problema é que o garçom desconhece as peculiaridades do cardápio e, por isso, demora mais no atendimento? O caixa está com dificuldades para utilizar seu sistema de restaurante? Identifique esses problemas e trabalhe em ações para solucioná-los.
  • Defina o tempo do treinamento a fim de não deixar que as tarefas diárias de seu restaurante sejam deixadas de lado;
  • Não esqueça de avaliar resultados, afinal, caso o treinamento não solucione o problema de sua operação, você precisará pensar em novas técnicas para ter um time totalmente engrenado.

Seguindo esses passos, seus funcionários também saberão como gerenciar um restaurante e controlar sua operação com eficiência.

Passo #4 – Controle

como gerenciar um restaurante 5

Esse é o último passo da missão “como gerenciar um restaurante e controlar minha operação“, e, talvez, seja o passo mais importante para qualquer gestor.

Gerenciar é diferente de controlar. Quando falamos de dirigir uma operação, nos referimos a dar direção à pessoas para que elas utilizem os recursos de seu restaurante da melhor maneira, a fim de terem um bom resultado. Quando falamos de controle, do seu domínio de negócio, como o conhecimento profundo de seu fluxo de caixa, por exemplo.

Grande parte dos gestores de restaurantes não sabem o quanto lucram. Isso acontece porque, embora saibamos quanto tem no banco, o excesso de atividades não permite que eles controlem detalhadamente o que entra e o que sai do estabelecimento de forma adequada.

Para controlar sua operação de qualquer lugar do mundo, o que você acha que fazer uso de um software de gestão de restaurante?

Dentre suas vantagens, estão:

  • A possibilidade de controlar receitas e despesas a fim de organiza-las;
  • Um demonstrativo de resultados que facilita a visualização de seus negócios;
  • Um gráfico de equilíbrio financeiro que pode ser providencial para quem precisa controlar um negócio;
  • A integração com recebíveis, que poupa tempo e fortalece ainda mais esse conceito de controle da operação.

Além disso, um software de gestão integrado ao seu sistema de restaurante poupa seu tempo significativamente, afinal, calcula o que entre e o que sai de seu restaurante sem a necessidade da criação de planilhas diversas. O sistema também previne fraudes – questão que, infelizmente, é comum nesse ramo.

Dessa forma, você terá o controle total de sua operação e saberá como gerir um restaurante com qualidade de vida e tempo para a família – finalmente!

Saiba mais sobre isso através do artigo “Controle o fluxo de caixa com a ajuda da tecnologia“.

Agora que você já sabe como gerenciar um restaurante e controlar sua operação, compartilhe conosco nos comentários: qual o seu maior desafio quando o assunto é a operação de seu estabelecimento?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *