bar

Aumentar o faturamento de seu bar pode ser uma missão mais simples do que você imagina. Abaixo, confira algumas dicas para alavancar suas vendas sem grandes investimentos!

Treinamento em vendas

moça em um barMilhares de questões podem ajudar o gestor de bar a aumentar seu faturamento, mas a principal e mais simples delas, resume-se à qualidade do atendimento. Um bartender bem preparado sabe induzir o cliente ao consumo e, no final da noite, é isso que faz a diferença no caixa.

Se seus bartenders não tem conhecimentos apurados em vendas e não estimulam o cliente como você gostaria, confira abaixo algumas dicas que você pode ensinar à ele e que, certamente, farão diferença no final do mês:

  • Colocar a bolacha à frente do cliente assim que ele chega no bar;
  • Apresentar imediatamente a carta de drinks, para que ele faça sua escolha;
  • Ao receber um pedido de drink com um destilado específico, oferecer opções diferentes. Ao citar as marcas, deve-se citar primeiro as importadas, intercalar com as nacionais e repetir as importadas, afinal, as pessoas tendem a lembrar-se apenas de suas primeiras e últimas opções;
  • Após a escolha da marca do destilado, deve-se perguntar ao cliente se ele prefere uma dose comum ou uma dose dupla;
  • Se o cliente perguntar como é feito o drink, instrua seu barman a não mencionar apenas os ingredientes. Para estimular o consumo, é bacana descrever em detalhes a preparação de tudo;
  • Após o consumo de dois ou três drinks é hora de oferecer o menu de snacks. Sugira que seu barman faça uma sugestão para harmonizar com a bebida;
  • Quando a bebida do cliente estiver chegando ao fim, em torno de um a dois dedos, vale oferecer um outro coquetel, dizendo o seu nome da seguinte forma: “Whisky?”. Lembre seus funcionários que, ao dizer “Mais um whisky?”, eles podem passar a impressão de que o cliente está bebendo demais.
  • Ao notar que o cliente já pediu um terceiro coquetel ou bebida, deve-se oferecer opções de shots.
  • Ao servir um coquetel em um copo longo, sugira que seu barman coloque dois canudos ao invés de um, para que o cliente beba mais rápido e peça outro rapidamente.
  • Se o cliente sinalizar pedindo a conta, o barman deve se aproximar oferecendo, um coquetel, drink ou pelo menos uma água.

Cada coisa em seu lugar

garrafa de barMise-en-place é uma expressão francesa que significa “posto no lugar” e é perfeita para o que falaremos nesse tópico.

Neste caso, “mise-en-place” enquadra-se não somente à necessidade de ter uma bancada organizada, mas à importância de ter um AMBIENTE organizado para vender mais e melhor.

Esteja atento à disposição das bebidas e à iluminação que dará destaque a elas. Caprichar nas luzes atrai o olhar do cliente e estimula o consumo, por isso, para obter sucesso, mantenha as bebidas mais caras e de design diferenciado em um local de destaque.

Preço x Público Alvo

barFormação de preço é um fator de extrema importância quando o assunto é faturamento, afinal, preço justo não é sinônimo de preço baixo, e preço baixo, dependendo do local em que está localizado o seu bar, pode significar uma possível baixa qualidade.

Procure encontrar um ponto de equilíbrio entre o preço de seu cardápio, seu público alvo e o local onde seu bar está instalado. Desta forma, você conseguirá atrair os consumidores certos para seu bar.

Saiba mais sobre formação de preço através deste material do SEBRAE.

Tudo na medida certa!

coquetel de barPara evitar erros e, consequentemente, desperdício durante a preparação de um drink, adotar uma ficha técnica pode ser uma boa pedida. Através dela, além de conseguir a padronização de todos os drinks, você consegue medir seu estoque de forma precisa e perde menos ingredientes devido à erros ou vencimento.

Para fazer uma boa padronização, conte com a ajuda de medidores especiais e receitas previamente testadas.

Como fazer uma ficha técnica de bar

Há diversos modelos de fichas técnicas utilizados pelo mercado, mas, segundo Alessandro Nicola, professor do curso de Gastronomia do Senac, sua composição deve adequar-se à necessidade e ao perfil do bar. Mesmo assim, ele alerta “muitas informações podem confundir a cabeça dos bartenders e tornam-se desnecessárias em um bar”.

Confira outras dicas para construir uma ficha técnica:

  • Padronize as quantidades em litros, quilos, unidades e colheres;
  • Aqui o mise-en-place também é regra: disponha os ingredientes de forma organizada, na ordem em que eles são inseridos na receita;
  • Ao descrever o modo de preparo, utilize frases objetivas;
  • Em sua ficha, coloque primeiro o nome do ingrediente e só depois a quantidade.

Invista em tecnologia

tecnologiaParece irônico dizer que você deve investir para aumentar a lucratividade de seu bar, mas isso é muito verdade! Através da ajuda de algumas ferramentas, você consegue girar o seu bar de forma hábil, diminuindo erros e aumentando as vendas.

Tecnologia para happy hour

Você sabia que através de um sistema para bar de qualidade, você pode criar promoções automáticas especiais para o seu happy hour, mesmo que ele ocorra em dias e horários específicos?

Através desse tipo de ação, você consegue aumentar o movimento de seu bar e terá seu trabalho reduzido consideravelmente.

Controle de estoque e sistema para bar

Um sistema de bar com controle de estoque de qualidade integrado, evita perdas e, consequentemente, prejuízos. A medida que você controla a data de entrada da matéria prima e a data de saída da mesma, é possível identificar os produtos que estão próximos do vencimento e o que você precisa comprar ou não para seu bar.

Gostou de conferir nossas dicas? Agora que você já conhece os primeiros passos para aumentar o faturamento de seu bar, compartilhe conosco a sua expertise nos comentários: de que outras formas você trabalha para vender mais?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *