homem analisando controle de estoque

A vida de um gestor não é fácil, principalmente se o gestor em questão administrar um restaurante. Para ajudar nessa missão, separamos algumas dicas simples que podem ser providenciais para seu negócio e a gestão do mesmo. Abaixo, confira dez dicas sobre como administrar um restaurante e ficar com a cabeça tranquila para curtir os frutos do seu trabalho.

como administrar um restaurante

# 1 – Como administrar um restaurante: planejamento

Comece pela pesquisa

Se você deseja atender às necessidades de seus clientes, utilize variadas formas de pesquisas como ferramenta de investigação. Saber para quem você está vendendo e quem frequenta o seu restaurante é essencial para qualquer plano futuro.

Avalie a sintonia entre produto, restaurante e cliente

A sintonia entre os elementos “produto, restaurante e cliente” é muito importante para qualquer negócio de sucesso. Quando um desses elementos está em desacordo, os demais podem proporcionar resultados indesejáveis. Avalie se o seu produto condiz com o seu restaurante e os dois correspondem ao perfil de seu cliente. Por exemplo: você serve vinhos caríssimos, seu público alvo é refinado, mas seu ambiente não condiz com o refinamento de ambos. Não faz sentido, né?

Escolha a localização de seu negócio com inteligência

A localização e o aspecto do seu estabelecimento podem influenciar diretamente em sua demanda. De que adianta ter um restaurante com foco em um público de bom poder aquisitivo, se ele está instalado no centro de um bairro com problemas de segurança ou acesso? Estar atento a isso é extremamente importante para o seu planejamento!

como administrar um restaurante funcionarios

#2 – Valorize seus funcionários

O salário que você oferece é compatível com o mercado?

Essa não é a única motivação que você pode oferecer a um funcionário, mas é preciso saber se o salário oferecido pelo seu estabelecimento é compatível com o da concorrência. Um salário incompatível com o mercado pode aumentar a rotatividade de pessoal e gerar bastante dor de cabeça. Contrate pessoas qualificadas e pague-as como elas merecem. Você certamente terá um melhor resultado em seu restaurante.

Cultive o espírito de equipe

Trabalhar para desenvolver a integração entre os seus funcionários é essencial para o bom funcionamento do negócio. Certifique-se de que todos trabalham direcionados para um mesmo objetivo e não deixe de reforçar a importância do trabalho em equipe.

Para ajudar a integrar a equipe, você pode organizar reuniões motivacionais, confraternizações, ações sociais que exijam a participação de todos e etc. O importante é que todos estejam envolvidos em projetos em prol de um mesmo objetivo sem a tensão do dia-a-dia para complicar.

Preocupe-se com as regras de Segurança do Trabalho

Você sabia que uma pia baixa pode deixar o seu funcionário corcunda e isso pode gerar uma lesão por esforço repetitivo (LER)? Sabia também que outras atividades simples como abrir uma lata ou fritar batatas são consideradas uma operação de risco? Esteja atento às regras de segurança do trabalho. Esse é um controle que, se você não fizer, o INSS fará por você.

como administrar um restaurante legislacao

#3 – Respeite a Legislação

Vigilância Sanitária

A legislação sanitária é extremamente exigente quando o assunto é restaurante. Você sabia que deve ser utilizada apenas água potável para a manipulação dos alimentos? Essa é uma das exigências deste órgão regulamentador.

Saiba mais sobre as regras da Vigilância Sanitária para bares e restaurantes no site do SEBRAE e compreenda que, sem as leis, não há como administrar um restaurante.

Legislação Local

Cada cidade e estado tem sua legislação. Na cidade de São Paulo, por exemplo, a NFC-e (novo modelos fiscal adotado pelo Brasil para o varejo) tem uma peculiaridade: os donos de bares e restaurantes são obrigados a utilizar o S@T (um equipamento que faz a intermediação de geração da nota fiscal eletrônica). Quais são as leis vigentes no município em que está localizado o seu estabelecimento? Acompanhe de perto.

Leis Trabalhistas

Segundo o artigo 67, restaurantes legalmente autorizados a funcionar aos domingos e feriados devem organizar escalas de revezamento ou folga. Essa e outras leis trabalhistas devem ser cumpridas para evitar processos e dificuldades com seus funcionários. Procure saber mais sobre elas para não ter problemas futuros.

como administrar um restaurante tecnologia

#4 – Aposte na Tecnologia

Se possível, adote as vendas online!

Já pensou em ter um cardápio digital com a cara do seu restaurante? Com uma inteligência desse tipo, seu cliente tem a oportunidade de fazer pedidos pelo próprio smartphone e você arrasa nas vendas delivery. Além disso, através de um cardápio digital, você pode atualizar seus pratos sem gastos com gráfica, seu cliente contará com a vantagem e autonomia do autoatendimento e muito mais!

Saiba mais sobre cardápio digital.

Já ouviu falar em comanda eletrônica?

Comandas de papel podem dar margem à erros e fraudes. Com o auxílio de uma comanda eletrônica, o dono de restaurante garante agilidade e qualidade no atendimento à la carte, evita erros de pesagem em um restaurante por quilo e adiciona ou extrai ingredientes de qualquer pedido de maneira muito eficiente.

Saiba mais sobre comanda eletrônica.

Busque um recurso que te ajude a gerir o negócio

Um fluxo de caixa moderno dispõe de diversas ferramentas para controlar a saúde financeira do seu negócio, permitindo que você organize suas contas e tenha acesso à diversos relatórios. Ao escolher sua ferramenta, prefira recursos integrados à sua frente de vendas.

Saiba mais sobre fluxo de caixa.

como administrar um restaurante clientes

# 5 – Invista no relacionamento com o cliente

Pesquisa da Satisfação

O que seu cliente tem a dizer? Identifique seus gostos, queixas e sugestões através de pesquisas de satisfação e não deixe de dar uma resposta ou feedback sobre a pesquisa. O ideal é responder um por um, mas se não for possível, a pesquisa espontânea é a melhor. O modelo mais conhecido é o das quatro carinhas, com opções de “ótimo, bom, regular e fraco”. Que tal aderir para testar?

O que sobrou no prato?

Várias metades de hambúrguer jogadas fora indicam falta de qualidade, afinal, rejeição também se pode medir pelo peso do lixo. Se a meta de sobra- se você não tem uma meta, está na hora de pensar nisso –  é de 25 gramas por cliente, o que passar disso pode ser considerado um problema de qualidade. Fique de olho!

como administrar um restaurante marketing

#6 – Capriche no Marketing

Redes Sociais

Nas redes sociais, você pode compartilhar imagens dos seus pratos, anunciar promoções, divulgar matérias que possam interessar aos visitantes e desenvolver um relacionamento com o seu cliente. Além disso, se você puder investir um pouco, quase todas as redes permitem que você anuncie seu negócio para o público de seu interesse através de banners.

Site

Grande ou pequeno, todo estabelecimento precisa estar aonde estão os clientes. Sabemos que hoje a maioria das pessoas está na internet, então, é importante que você esteja também. Invista em um bom site: exalte seu menu, conte sua história, insira informações para contato… vale tudo.

Google

Se quiser contar com a busca orgânica, você deverá otimizar seu site de acordo com as técnicas de Search Engine Optimization (SEO) para que o Google entende que seu restaurante merece ter destaque. Se você não tem tempo a perder e não pode esperar pelos resultados orgânicos, você também pode optar por pagar anúncios no ADWords.

como administrar um restaurante ambiente

#7 – Cultive um ambiente agradável

Conforto

A área do seu estabelecimento deve ser divida confortavelmente para atender à clientela. Não se esqueça dos detalhes: o acesso ao restaurante deve ser largo o suficiente para permitir a entrada e saída de pessoas sem choque, deve-se disponibilizar rampas de acesso para a entrada de portadores de deficiência (importantíssimo!) e o ambiente deve ser climatizado. Tudo isso é fundamental para a satisfação do cliente.

Estética

Não dá para abrir mão do bom visual quando falamos de restaurante, afinal, a experiência do cliente não acontece somente ao ingerir as delícias que você serve em seu restaurante. Capriche nos detalhes! Se a comida que você serve tem uma cultura própria, que tal ilustrar isso em sua decoração?

restaurante temático star wars

Hamburgueria temática “Star Wars”.

Higiene

Não dá pra falhar nesse quesito, afinal, o cliente é um fiscal tão exigente quanto a Vigilância Sanitária. Cuide de todos os ambientes, não apenas da cozinha. Funcionários uniformizados de acordo com as regras de higiene, um banheiro limpinho e talheres bem lustrados também são importantes e farão a diferença na formação de opinião do seu cliente.

como administrar um restaurante financas#8 – Gestão Financeira

Meça seus custos

O acompanhamento diário dos custos de seu restaurante é fundamental, principalmente por conta do desperdício. Além disso, há o custo com o pessoal, que inclui pagamento de hora extra e faltas de funcionários naquele dia. Para não ter surpresas no fim do mês, o ideal é abrir o dia sabendo o custo do dia anterior para ter a possibilidade de descobrir qualquer problema logo de cara, antes que ele se agrave. Controle seus custos com eficiência!

Cuidado com os encargos e tributos

Nesse caso, é recomendada a contratação de uma consultoria contábil e tributária, afinal, mesmo seguindo todas as normas, é preciso ter um profissional à disposição para que você possa consultar em caso de dúvidas e eventuais atualizações de processos. As leis (inclusive trabalhistas) mudam com frequência e é difícil acompanhar a pauta do sindicato com a correria do mundo dos restaurantes.

Economize!

Evite o desperdício e seja exigente quanto ao controle de seu estoque. Também é possível reutilizar alimentos fazendo uso de algumas técnicas culinárias que permitem ao seu chef de cozinha a extração máxima da potencialidade de cada ingrediente, sem queda da qualidade. Pense nisso!

como administrar um restaurante concorrencia#9 – Fique de olho na concorrência

Não menospreze ninguém

Mesmo o menor concorrente pode ter algo em seu estabelecimento que sirva de inspiração para você. Acompanhe sua concorrência e seja crítico sobre seu negócio: o que o concorrente faz e você não? De que forma isso se aplicaria ao seu negócio?

Conheça seus diferenciais

Não se deve menosprezar um oponente, mas menosprezar a si mesmo também é um erro grave. Quais são seus diferenciais? Destaque-os sem medo. Além disso, procure desenvolver suas potencialidades. Há muitas qualidades em nós e em nossos funcionários que não exploramos por falta de tempo e planejamento.

Não fale mal da concorrência

Pesquisas indicam que o brasileiro rejeita instituições que criticam seus concorrentes de forma agressiva e direta. Ao fazer comparativos, seja diplomático. Exalte suas qualidades sem mencionar defeitos dos concorrentes para ser mais respeitados.

como administrar um restaurante lideranca#10 – Seja um verdadeiro líder

Mantenha-se informado

A vida dos donos de restaurantes é uma loucura, mas, se você estiver bem informado, será mais fácil enfrentar as dificuldades do dia-a-dia. Já pensou em fazer algum curso específico para gestores do seu segmento? Se não for possível fazer um curso específico para gestores, procure ler o máximo que puder! A internet fornece diversos materiais interessantes que podem te ajudar a lidar melhor com as pessoas e com quaisquer surpresas do segmento.

Inspire seus funcionários

O antigo pensamento autocrático do “eu mando e você obedece” não é tendência há tempos. O verdadeiro líder transmite confiança a seus funcionários e conquista respeito através do exemplo. Ser seguido por medo ou necessidade não é o ideal. Conquiste pessoas e permita que elas trabalhem para você por lealdade.

Saiba delegar

Delegar funções corretas para as pessoas corretas é essencial para manter uma equipe organizada e eficiente. Dessa maneira, além de demonstrar confiança nos empregados, você também tem a liberdade para focar em suas próprias responsabilidades sem se preocupar tanto com a execução de determinados processos. O caminho para delegar é identificar os pontos fortes de cada um da equipe e tirar o maior proveito possível disso.

Agora que você conhece as melhores práticas sobre como administrar um restaurante e ficar de cuca fresca, é só colocar a mão na massa. Siga nossas dicas, faça pesquisas adicionais e use sua criatividade para oferecer ao seu cliente uma experiência ainda melhor.

Ah, e se precisar de ajuda, pode contar conosco. Caso tenha dúvidas, você pode deixá-las nos comentários e teremos prazer em responde-las.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *