como abrir uma cafeteria
Muita gente que decide hoje em dia partir para o “próprio negócio” escolhe algo relativamente simples (ou tido como simples pelo mercado), como abrir uma cafeteria. É claro que esse tipo de comércio tende a ser relativamente mais simples e menos burocrático e trabalhoso do que um restaurante, mas há diversos fatores a serem considerados.

Algo como abrir uma cafeteria é um projeto que exige capital inicial menos intenso, porém clama por estudos e análises de mercado que simplesmente são ignorados pela maioria dos novos empresários.

Para facilitar sua vida e dar apoio ao seu sucesso no ramo, a eComanda separou sete dicas de ouro para que você possa abrir sua própria cafeteria – e encantar sua nova clientela.

#1 – O café é o centro de tudo

como abrir uma cafeteria - café moído

Pare e pense: você está se perguntando como abrir uma cafeteria. O que é mais importante do que a qualidade do seu café? Claro, muitas vezes o lucro em cafeterias virá de outros produtos que você vende, porém como em uma padaria, a clientela é fatalmente atraída pelo seu produto central, nesse caso o café.

Antes de selecionar uma marca ou café para utilizar, prove diversos. Algumas marcas oferecem contratos de parceria e cedem inclusive alguns equipamentos e produtos em troca disso. Mas você deve priorizar o sabor e a qualidade – é isso que fará diferença na hora de atrair e fidelizar clientes.

#2 – Local e frequência

como abrir uma cafeteria - localização

Muita gente abre cafeterias em lugares tecnicamente movimentados, porém acaba amargando prejuízos. Outras pessoas recorrem a lugares nos quais aparentemente atuarão com exclusividade, como edifícios comerciais, mas não conseguem girar clientela suficiente para se manter.

Como em qualquer negócio, é preciso investigar a fundo o local no qual você irá abrir sua cafeteria. Passe pelos locais previamente separados várias vezes ao dia, em horários diferentes, verificando a frequência. No caso de locais que já abriguem cafeterias, certifique-se de que a clientela realmente para no local.

Estudar a frequência e a qualidade comercial de um ponto é um dos primeiros passos para quem quer aprender como abrir uma cafeteria. E um dos passos mais importantes.

#3 – Fornecedores são a chave

grãos de cafe

Investigue antes todos os fornecedores de que você irá precisar, desde aqueles que realizarão a reforma e as instalações na cafeteria até aqueles que irão fornecer os produtos que você irá comercializar. Muita gente acaba perdendo clientela, deixando para “testar” comidas e bebidas já com a cafeteria em funcionamento.

Você pretende comprar salgados e pães de queijo? Prove-os antes de colocar à venda. Procura um parceiro para fornecer bebidas? Veja quais as condições de entrega, preço e faturamento dos principais fornecedores antes mesmo de abrir as portas.

#4 – Pricing

como abrir uma cafeteria - pricing

Caro e barato são atributos muito relativos. Em algumas localidades, R$ 5,00 por um café espresso é um preço completamente normal, em outras pode ser muito caro. Além disso, se você já estudou os fornecedores, como dissemos, provavelmente tem uma ideia bastante clara do quanto cada produto irá custar para você. Junte isso aos custos fixos de manutenção da cafeteria e você poderá chegar a um preço que seja bom para sua clientela, mas que também proporcione lucros a sua empresa.

A lucratividade é um problema na maioria dos comércios brasileiros na atualidade. Na maior parte dos casos, ela some por conta da falta de detalhismo dos donos na hora de realizar o “pricing” dos produtos. Promoções, por exemplo, precisam ser calculadas. Ainda que elas levem a um “empate”, no qual você não ganhará nada, elas precisam ser avaliadas sobre os lucros com outros produtos que os clientes que pedem a promoção consumirão.

Tente manter cálculos de tudo aquilo que você gasta e sua implicação em cada um dos itens do cardápio – assim você pode incluir ou retirar itens que gerem lucros ou prejuízos, antes que eles comprometam sua rentabilidade.

#5 – Concorrência

como abrir um bar - concorrência

Não seja “plano”. Não apenas outras cafeterias são a concorrência nos locais nos quais você irá atuar. Para qualquer atividade, como abrir uma cafeteria e outras mais, é preciso avaliar a concorrência de forma mais abrangente.

Clientes que tomem um cafezinho no almoço, no próprio restaurante que frequentam, dificilmente irão parar em seu estabelecimento depois disso. Outras lojas também vendem café atualmente – elas devem ser tratadas como concorrentes diretos em sua avaliação e estudo de viabilidade: livrarias, docerias, restaurantes, bares e até mesmo bancas de jornal ou condomínios que possuam máquinas automatizadas e vending machines.

#6 – Estabeleça metas e seja realista

como abrir uma cafeteria - metas

Todo investimento em comércio leva algum tempo para ser recuperado. Em geral, você somente irá recuperar o capital que investiu em uma cafeteria 18 ou 24 meses depois de abri-la. Tudo isso precisa ser levado em conta e os lucros gerados precisam, depois de descontadas suas próprias despesas, ser capazes de cobrir o capital investido.

A melhor forma de avaliar isso é estabelecendo metas de faturamento e lucratividade. Assim você pode ter uma ideia clara de retorno, mesmo antes de chegar ao final dos 18 ou 24 meses que estabeleceu.

#7 – Contratações

como abrir uma cafeteria - contratações

Assim como no caso dos fornecedores, a melhor política é saber, antes mesmo de abrir a cafeteria, quantos funcionários serão precisos e que nível de instrução cada um deles terá. Se possível, é melhor realizar algumas entrevistas antes mesmo de abrir as portas.

E, mesmo quando definir sua equipe, tenha sempre alguns contatos e profissionais dispostos a cumprir extras em períodos mais movimentados e “na reserva”. A rotatividade no comércio é bastante alta e pode ser que você precise de novos funcionários a toque de caixa – assim, mantenha os melhores, mesmo aqueles que você não contratou, sempre à mão.

Por último, tente verificar na concorrência os níveis salariais pagos – assim você ganha poder de barganha junto aos candidatos, mas também não oferece mais do que deveria para bater seus concorrentes diretos.

Agora que você já sabe como abrir uma cafeteria encantando seus clientes, compartilhe conosco nos comentários: qual o seu maior trunfo para encantar o cliente?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *