Garçom

Se você está pensando em como montar um bar, restaurante, lanchonete ou algum negócio no ramo alimentício, deve estar se perguntando como fará para atender seus clientes da melhor maneira e causar impacto para gerar satisfação e fidelizar.

Sem dúvida seu processo de atendimento terá de ser diferenciado nos fatores agilidade e organização. É nesse ponto que a comanda eletrônica entra para facilitar as coisas e promover condições para que sua equipe execute um bom trabalho.

Para clarear as ideias, listamos neste artigo as principais funções deste dispositivo e como ele pode se tornar uma ferramenta importante na gestão do seu negócio.

O que é a Comanda Eletrônica?

Antes de mais nada, é importante entender no que consiste essa ferramenta. Sabe quando você vai há um restaurante e , durante o atendimento, o garçom anota o seu pedido no papel? Aquela comanda que ele utiliza é bem ultrapassada e quem veio para substituí-la foi a comanda eletrônica.

Em estabelecimentos mais automatizados, essa anotação do pedido é feita por meio de um celular ou tablet, diretamente no sistema adotado pelo estabelecimento, que é integrado à produção da cozinha e à frente de caixa.  Só por isso, já da para concluir que a comanda eletrônica armazena seu pedido, envia automaticamente para a cozinha e minimiza  as chances de erro no pedido ou demora na entrega na mesa.  

Outras funções da Comanda Eletrônica

1) Qualidade  no atendimento

O que também vale muito a pena neste tipo de dispositivo é o quanto ele facilita a vida de quem trabalha atendendo, produzindo e cobrando em um restaurante. Atendentes e gerentes, por exemplo, podem alterar e corrigir os pedidos, fechar a conta ou mesmo reabrir se os clientes estenderem a refeição e desistirem de ir embora. Tudo acontece na mesa sem que o funcionário precise se deslocar e deixar aquele vácuo ou começar uma gritaria para resolver. “O fulano cobra aqui!”, “desistiu, cancela o pedido!” … Nada de constrangimento! Resolve-se tudo pelo sistema bastando o atendente ser bem treinado. Assim o cliente vai ficar mais confortável e sentir-se bem atendido.

2) Agilidade nas vendas

Todos os pedidos realizados pela comanda eletrônica são automaticamente impressos lá nas impressoras de produção ou telas, tudo via  rede wi-fi do estabelecimento. Isso agiliza a produção, seu cliente recebe mais rápido o pedido e a comanda ainda mostra quanto tempo cada mesa esta sem fazer pedido. Isso dá outro tópico para ressaltar.

3) Aumenta a receita com mais vendas!

Como o atendente tem o controle de como as mesas estão em termos de pedidos atendidos, pendentes e tempo de consumo, por meio de um mapa,  ele também pode passar oferecendo complementos e vendendo mais. Explico!  Os clientes de uma mesa estão conversando enquanto  almoçam, jantam ou lancham e há uns 30 minutos ninguém pede nada, o garçom pode dar uma passada e oferecer algum item complementar, tal como,  mais bebida ou lembrar que tem sobremesa no cardápio. Para estabelecimentos com várias mesas isso é muito útil, principalmente, nos horários de maior movimento.

Por aí, fica bem claro que automatizar o atendimento com a comanda eletrônica é infinitamente melhor que manter processos arcaicos nada ágeis e até mesmo complicados para sua equipe.  Também vale a pesquisa mais apurada sobre o sistema por traz da comanda e no que se compõe esses processos de gerenciamento de restaurantes.

No artigo sobre 5 dicas para escolher um programa para restaurante explicamos melhor os por menores na hora de avaliar não só a comanda eletrônica, mas também, tudo que o sistema deve entregar para que a gestão do seu restaurante seja bem sucedida. Boa leitura!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *