blog de restaurante - capa

Muitas coisas que ouvimos hoje em dia a respeito do marketing digital parecem um investimento em frivolidades. Na verdade isso procede em alguns casos, mas em outras situações, o marketing para restaurante na versão digital pode ser uma ferramenta barata e eficaz não apenas de atrair novos clientes para seu restaurante, mas de fidelizar aqueles que já o frequentam.

Você certamente sabe o que é um blog. Anos atrás, os blogs ganharam notoriedade e projeção e muitos deles hoje possuem audiências até maiores do que as de alguns veículos de imprensa. Geralmente encabeçados por pessoas e celebridades, os blogs começaram a virar uma estratégia empresarial de cinco anos para cá.

Você tem muito a ganhar com a criação de um blog de restaurante, mas antes que você embarque nisso, precisa entender porque isso é vantajoso e como deve montar o seu.

Publicidade

blog-de-restaurante-3As pessoas hoje em dia buscam tudo e leem tudo na internet. Estabelecimentos como o seu usam o Google como ferramenta de anúncio – atráves do AdWords. Pagando por clique de usuários, sua marca aparece em buscas relacionadas que os internautas fazem. Mas agora pense no seguinte cenário: e se seu restaurante aparecesse sem você ter de pagar por ads?

O Google busca o conteúdo de sites para gerar respostas às solicitações dos usuários. Assim sendo, quando maior e melhor for seu conteúdo, melhor posicionado seu restaurante irá estar – sendo encontrado com maior facilidade pelos clientes.

O blog de restaurante é a ferramenta ideal para publicar e gerar conteúdo online. Os sites antigos apenas traziam o que chamamos de informações estáticas da empresa – dados, local, contatos, etc. O blog é dinâmico – você gera conteúdo periodicamente e publica e tudo isso auxilia seu posicionamento no Google.

O custo de produção de conteúdo é baixo – ou até mesmo zero, se você mantiver o blog você mesmo – e o retorno muitas vezes é maior do que o da publicidade paga.

Informação

blog-de-restaurante-2Mantendo um blog atualizado você consegue gerar leitores frequentes com o tempo. Ali, você encontrará o espaço ideal para discutir possibilidades, conseguir opiniões e informações de clientes e transmitir novidades e lançamentos que você possua. As oportunidades são diversas:

  • Novos pratos e itens no cardápio
  • Promoções e brindes que você vá distribuir
  • Receitas simplificadas, para o pessoal repetir em casa
  • Eventos e ocasiões sazonais
  • Explicações e informações mais profundas sobre pratos, tipos de cozinha, background do restaurante e outros

A informação em blogs corre no boca a boca mais rapidamente e, melhor ainda, quando o cliente gosta, posta em todas as suas redes sociais, multiplicando o alcance de sua mensagem e gerando novos fãs.

Pesquisa

blog-de-restaurante-1Muitas informações que você coloca no blog de restaurante acabam gerando – seja por comentários de leitores ou outras formas de contato – dados importantes para que você defina novas estratégias, modifique o cardápio, ou ajuste pontos importantes em seu negócio.

Empresas multinacionais já utilizam o blog dessa forma há tempos, com resultados surpreendentes, diga-se de passagem.

Mas como montar um blog de restaurante?

blog-de-restaurante-4Bem, primeiro você precisa definir um tema. Embora seja um blog de restaurante, ele não necessariamente falará apenas de seu estabelecimento e seus pratos, como é típico de empresas que montam blogs sem conhecer o propósito real desse tipo de ferramenta. Você deve criar temas que atraiam um público que você de fato mira em seus negócios. Eis alguns exemplos:

  • Se você tem um restaurante mexicano, pode criar um blog que fala sobre o turismo naquele país, com os principais roteiros, dicas, pontos turísticos, e claro, comidas típicas e tradicionais de cada região. Se bobear, você ainda consegue apoio financeiro de alguma agência de viagens.
  • Se você possui um restaurante francês, pode atrair o público que quer aprender técnicas postando textos e vídeos sobre as bases da culinária francesa. Como preparar molhos e cremes básicos, dicas de confeitaria, instruções de como escolher utensílios de cozinha e panelas, etc.
  • Se você possui uma hamburgueria, pode ter um blog sobre carnes e cortes especiais, além de formas de misturar carnes e proteínas.

As possibilidades são infinitas, e isso só depende de sua criatividade para ligar um tema interessante ao seu restaurante – não precisa ser algo direto, mas que apenas coloque seu restaurante como algo obviamente relacionado.

Em relação ao formato, o Google hoje privilegia sites que produzem conteúdo mais vasto e informativo, e bem desenvolvido conforme técnicas de SEO (aqui vale ressaltar – palavras-chave são importantes, mas não adiante repeti-las sem sentido a torto e a direito… o Google agora pega esses truquezinhos baratos com facilidade). Então, é bom redigir posts mais longos e detalhados, bem escritos e com as palavras e temas chave em foco.

E, por favor, textos bem escritos – coesos, com lógica e ritmo e gramaticalmente impecáveis. Sim, o povo escreve mal hoje em dia na internet – mas esse “povo” não tem um estabelecimento comercial e clientes que irão criticá-lo.

Você é um gestor de restaurante que quer montar um blog e claro, não é sua obrigação ser um escritor profissional. Mas se você tem autocrítica e sabe que sua redação não é lá essas coisas, contrate uma agência ou um profissional freelancer de qualidade para dar conta do recado. Nada pior do que um cliente que despreza seu estabelecimento por causa de um texto.

A comida pode ser ótima, mas se você pecar na internet, seus dias estarão contados. Notícia ruim corre mais rápido, assim  como erros e trapalhadas. Use mão-de-obra especializada e tente absorvar dicas e recomendações de profissionais em conteúdo, ao invés de simplesmente sair publicando o que você “acha” legal.

A internet possui tendências e comportamentos diferentes, e há profissionais que sabem exatamente o que é preciso para promover o seu negócio.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o seu futuro blog de restaurante, compartilhe nos comentários: sua concorrência já está disponibilizando conteúdo nas redes?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *