gestao de restaurante capa

Nós sabemos que fazer a gestão de restaurante cuidando de todos os processos do estabelecimento não é fácil. Mesmo assim, algumas medidas tomadas por gestores do ramo podem tornar a missão ainda mais difícil. Abaixo, conheça dez maneiras de sabotar a gestão de restaurante e fuja delas para destacar-se nesse mercado que não para de crescer.

# 1- Não estudar o mercado

gestao-de-restaurante-10Se você tem um negócio e olha apenas para si mesmo, saiba que isso pode te levar à falência. Crie uma estrutura de negócio sólida para seu restaurante, compreendendo quem é sua concorrência, o que há de novidade no mercado nacional e estrangeiro e, principalmente, compreenda seu público alvo. Para saber quem é ele, você pode tentar responder as seguintes perguntas:

  • Por que o seu cliente compra de você?
  • O que o seu cliente costuma rejeitar?
  • Do que o seu cliente gosta?
  • Existe um padrão de comportamento ou personalidade entre seus clientes? (Por exemplo: são de classe média, tem entre 30 e 35 anos, e etc)

Se você não souber responder algumas dessas perguntas sem pestanejar, está na hora de fazer uma pesquisa caprichada para entender melhor com quem você trabalha e o que é legal oferecer para vender mais e melhor.

Além de estudar os pontos acima, há outra situação importante: sua localização é compatível com o público que você deseja alcançar? Esteja atento a este ponto! A localização pode ser a razão de o restaurante não estar cheio como você gostaria. Neste caso, pense o seguinte:

Se você vende um prato de ticket médio alto, faz sentido estar em um bairro simples da periferia?

Se você notar que o seu produto não condiz com o local em que seu estabelecimento está instalado, talvez seja a hora de mudar.

#2 – Deixar de lado o plano de negócios

gestao-de-restaurante-9De nada adianta conhecer o seu público alvo sem montar uma estratégia para atingi-lo. Isso é muito comum nos restaurantes: os proprietários são verdadeiros mestres em culinária, mas não são exatamente preparados para gestão de restaurante. Não seja um desses gestores: após estudar bem o mercado, seja estratégico. Confira a seguir alguns passos que podem te ajudar a construir sua estratégia:

Saiba qual sua atividade principal de seu restaurante

Qual é o carro chefe do seu restaurante? Há algum prato que se destaque perante os outros? De que forma você pode destacá-lo ainda mais? Todas essas perguntas podem te ajudar a aumentar as vendas. Além disso, pense também no oposto: quais pratos não fizeram tanto sucesso quanto você esperava? O que é possível fazer a respeito? Materialize esse pensamentos fazendo anotações e definindo estratégias para resolve-los. Na correria do dia a dia e sem visualizar seus objetivos, fica difícil tomar quaisquer providências.

Entenda o que você precisa para fazer a gestão de restaurante

Aqui entram os recursos materiais e humanos necessários para operar seu negócio. De quantos funcionários você vai precisar para operar o seu restaurante com qualidade? Que tipo de sistemas podem te ajudar a gerir seu negócio? Mesmo que você não possa pagar por tudo agora, é importante que tenha em mente o que vai precisar e que, passo a passo, risque da lista esses materiais.

Saiba quais são seus canais de venda

Essa fase do planejamento é de extrema importância! Se você deu início ao seu restaurante trabalhando com a modalidade à la carte, pode ser que deseje implantar também um delivery. Se esse for o seu desejo, de que forma você unificará os dois para vender mais? Que ferramentas serão necessárias para facilitar a unificação?

Um sistema de automação para restaurante poderá te ajudar com isso, mas antes, você vai precisar entender todas as possibilidade de venda adequadas para o seu restaurante a fim de expandir o negócio, gerando mais lucros.

Descubra quais são os custos gerados pelo seu restaurante

Isso é essencial para não ir à falência. Infelizmente, muitos apaixonados por gastronomia neglicenciam os números, mas isso não pode ser feito se você quiser ser um gestor de sucesso. Coloque tudo o que gasta em uma planilha, sejam custos fixos ou não e cheque o que pode ser reduzido.

Saiba quais serão suas fontes de receita

Depois de descobrir quais serão os gastos gerados pelo seu estabelecimento, você precisa saber de onde sairá a receita para pagá-los! Nesse caso, você precisa ser muito cuidadoso, mas, principalmente, criativo! Pense em como fazer dinheiro de uma forma diferente da que você já faz. Já pensou em trabalhar com vendas on line, por exemplo? Essa pode ser uma boa saída pra trabalhar novos públicos.

Inove!

Para não errar na gestão de restaurante, você precisa descobrir qual o seu diferencial e, a partir dele, inovar ainda mais. Nesse caso, as informações que você coletou sobre o mercado estrangeiro podem te dar muita inspiração. O que está rolando lá fora e você poderia adaptar para o mercado brasileiro? Avalie essa possibilidade!

Além disso, seja um perfeccionista e pense no ambiente do seu restaurante: Seu bar é temático? Tem música ao vivo? Que diferenciais você poderia incluir no ambiente para impactar as vendas e proporcionar uma melhor experiência ao cliente? Para escolher o que aderir, leve em consideração o comportamento do público alvo e mãos à obra!

#3 – Não estabelecer processos de gestão de restaurante

gestao-de-restaurante-8Para implantar tudo o que foi planejado por você, será necessário ter processos práticos e eficazes, para que você não tenha que lidar com as consequências depois. Quando falamos de processos, você deve pensar em coisas como:

  • Utilizarei comanda de papel ou optarei pela automação comercial do meu restaurante para ganhar tempo?
  • Como farei a gestão das minhas contas? Precisarei de um sistema de restaurante para me ajudar nisso também, ou consigo dar conta utilizando somente uma planilha do Excel?
  • Farei controle de estoque? Caso a resposta seja afirmativa, de que forma isso será feito? Quem será o responsável por isso e como será estabelecido o processo?

Cada negócio tem uma particularidade, portanto, é difícil dizer quais são os processos ideias para você. Mesmo assim, considere fatores como infraestrutura, custos, atendimento, funcionários, serviços e produtos para saber o que é necessário e como esses processos podem ser aplicados em seu estabelecimento.

Confira  o artigo “5 dicas para escolher um programa para restaurante” e saiba como a automação pode te ajudar a aplicar alguns processos extremamente úteis para o seu estabelecimento.

#4 – Esquecer a importância da qualidade

gestao-de-restaurante-6Esquecer a importância da qualidade dos seus produtos e serviços pode ser fatal para seu negócio. Após a definição do planejamento e processos ideias para seu restaurante, dedique-se a aprimorar a qualidade dos seus produtos e serviços.

Para aprimorar a qualidade dos pratos, é essencial que você opte por bons ingredientes, afinal, muitas vezes a economia que se faz ao comprar uma matéria-prima pode fazer você vender menos devido à falta de qualidade.

Quanto ao atendimento, fique ainda mais atento! Clientes compram não apenas um prato, mas a experiência do restaurante, portanto, o atendimento do garçom, o conforto das cadeiras e a higiene de talheres e pratos também fazem parte do processo! Uma opção para inovar no atendimento é conquistar a confiança dos clientes proporcionando a eles a autonomia do autoatendimento. Você já ouviu falar disso?

# 5 -Negligenciar os fornecedores

gestao-de-restaurante-5Escolher bons fornecedores para restaurante e cultivar um relacionamento de qualidade é de extrema importância para qualquer restaurante. Ao fazer essa escolha, procure concentrar seus pedidos em poucos fornecedores para que, futuramente, você possa fazer negociações mais vantajosas.

É um erro pensar que, buscando fornecedores diferentes por conta do preço, você sairá ganhando. Isso nem sempre é verdade, afinal, você terá gastos com frete e, se você tiver que mudar a matéria prima do seu restaurante muitas vezes, pode ser que seus clientes tenham problemas para se adaptar. Pense nisso!

# 6 -Pecar no treinamento de seus funcionários

gestao-de-restaurante-4Esse é um dos principais erros na gestão de restaurante. Ao treinar seus funcionários de restaurante, considere-os como um cartão de visita. Eles estão em contato direto com o cliente e, como dito anteriormente, é a experiência do cliente a que conta. De que adianta automatizar todo o seu restaurante, trabalhar com venda online e servir o melhor prato da cidade se os seus funcionários não estão preparados para utilizar o sistema implantado, não promovem os seus pratos e tratam mal o seu cliente?

Para evitar esse tipo de problema, capriche na contratação de funcionários e considere os seguintes pontos:

  • Caso tenha optado pela automação para restaurante, certifique-se de que a empresa contratada por você oferece um bom treinamento, suporte e consultoria;
  • Para evitar o mal atendimento, você pode tomar certos cuidados na contratação. Durante a entrevista, por exemplo, certifique-se de que o entrevistado é polido, comunica-se bem e tem vasta experiência. Além disso, entrar em contato com os empregadores anteriores pode ser uma boa medida. Em outros casos, quando o funcionário já foi contratado, você pode trabalhar com foco na comunicação interna. Deixe claro o que espera do atendimento, afinal, se você não deixa claro o que espera, como poderá cobrar?

# 7 – Achar que o marketing é desnecessário

gestao-de-restaurante-3A sua comida pode ser maravilhosa e o seu ambiente pode oferecer uma experiência incrível ao cliente, mas, se você não divulgar o que faz, não estará aproveitando todo o potencial de seu restaurante e, consequentemente, ganhará muito menos do que pode ganhar.

O marketing é essencial para qualquer negócio, não importa o ramo!

Para compreender melhor porque o marketing é essencial para um restaurante, leia o artigo a seguir “Marketing para Restaurante: por que, como e quando fazer?

# 8 – Não fidelizar clientes

gestao-de-restaurante-11Convenhamos, montar um restaurante não é fácil. Até aqui, já falamos de coisas como estudo de mercado, planejamento, implementação de processos, marketing e, você sabe, fazer isso requer bastante trabalho. É por conta de todo o trabalho que você teve para levantar o seu restaurante que você precisa trabalhar não apenas para atrair clientes através do marketing, mas implementar ações para fidelizá-lo.

Certifique-se de que você está fazendo de tudo para manter o seu cliente fiel e satisfeito: ofereça um atendimento diferenciado, trabalhe com promoções, pesquisas de satisfação e tudo aquilo que você sabe que o cliente gosta.

# 9 – Tentar driblar a legislação

gestao-de-restaurante-2A fiscalização não deve ser vista como inimiga, mas sim como um auxílio para o seu estabelecimento. Avalie que é através da legislação que os estabelecimentos podem ter uma referência de qualidade, tanto em termos de processos, quanto em termos de serviços.

Quando falamos de gestão de restaurante, é essencial alertar que você deve estar em dia com as exigências de cada estado e município, além de estar atento à vigilância sanitária, atendendo às normas de higiene e manipulação dos alimentos.

Apesar de trabalhoso, esse controle é essencial, portanto, siga as normas e trabalhe de cabeça fresca para não ter problemas posteriores.

# 10 – Negligenciar o controle do caixa

gestao-de-restaurante-1É uma ilusão pensar que, assim que você abrir o seu negócio você obterá sucesso e irá enriquecer. Mantenha os pés no chão, compreenda que todo negócio tem seu tempo para ganhar força e saiba que cuidar do fluxo de caixa é primordial.

Para isso, fique ligado à questões sazonais e faça uma previsão do seu faturamento, afinal, ele não é linear. Aqui a regra é simples: você precisa manter uma reserva para investimentos e ou futuros imprevistos e, além disso, deverá saber em quais períodos do ano o seu restaurante vende mais ou menos – se o seu negócio está começando, vale conversar com gestores de negócios semelhantes para descobrir essa informação.

Ao tomar essa medida, você estará seguro e a vida do seu negócio será muito mais longa que a dos milhares de negócios que não sobrevivem ao primeiro ano de vida!

Agora que você já sabe como administrar um restaurante aproveitando potencial de seu negócio, compartilhe conosco nos comentários: quais erros você já cometeu em seu negócio e o que fez para resolver? Que dicas você daria aos novos gestores além dessas que listamos?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *